Categorias
Final de semana games Nerd/Geek

BGS 2019!

A BGS 2019 acaba de começar e nós mais uma vez estivemos lá para acompanhar!

Como todo ano, tem algum jogo que eu estou morrendo de vontade de testar, claro que estava ansiosa como sempre para a feira e para jogar, mas para mim, esse ano a feira deixou um pouco a desejar, além de não ter visto grandes novidades.

Se vocês quiserem acompanhar o que rolou nos outros anos, deem uma olhada em:

BGS 2018

BGS 2016

BGS 2015

Mas vamos  para a feira desse ano!

BGS 2019 – Local e Transporte

Assim como o ano passado, a BGS 2019 está acontecendo no Expo Center norte. Nós fomos de metrô, e apesar do Metro não ser perto, a feira disponibiliza transfer gratuito todos os dias das 10am as 22h. Basta descer na Estação Portuguesa-Tietê, mas se você estiver procurando alguma placa que te informe de onde sai os transfers, nem esquente a cabeça, porque elas não existem! Então desça as escadas, passe pela bilheteria, atravesse a avenida (por cima, ainda dentro da estação), e desça as escadas pela direita que indicam Rua Marechal Odylio Denys. Você vai sair numa rua pequena já no meio de um monte de lojinha e jurar que está no local errado. Você não está! Siga essa rua pela direita e o ponto do ônibus da BGS é exatamente no cruzamento da Rua Marechal Odylio Denys com a Rua Voluntarios da Pátria. Esse ano tinham 2 pessoas com o colete da BGS no local, mas não sei se é garantido que eles sempre estejam. Vejam á direita o local exato de onde sai o ônibus.

Vale lembrar que se você for de Metrô, esse transfer te pega para voltar no mesmo local que te deixou, mas tente sair um pouco antes do encerramento da feira pois a fila fica gigantesca! Nós ainda demoramos um pouco após o encerramento pois na entrada retiraram o chaveiro do Bruno, que é um mini canivete, muito útil para situações do dia a dia, mas por conter uma faca, eles “jogaram fora”. Na saída, eles falaram que a gente poderia recuperar no achados e perdidos, então perdemos um bom tempo por ali pegando de volta (mas pegamos!). Acabamos ficando sem ônibus, porque deu 22h e a gente ainda estava na fila, mas eles fizeram mais 2 viagens para terminar com o pessoal que ainda estava por ali, mas n não posso garantir que isso vai acontecer todos os dias. Nós também tentamos pegar Uber para ir até a estação, mas o trânsito ali na frente era tanto, que além do Uber estar caro pela tarifa dinâmica, eles não conseguiam chegar, então vale muito a pena se organizar para sair antes de todo mundo, ou bem depois (Não seja como a gente 🙂 )

Se você não pretende ir de Metrô e quer ir com seu carro, existe estacionamento no local, mas o preço é de R$48,00 !

BGS 2019 – A feira

Assim como o ano passado, alguns stands estão contando com agendamento antecipado para evitar filas, então se você pretende jogar, já esteja com os apps instalados, afinal, a feira ainda não disponibiliza wi-fi e o sinal 4g de algumas operadoras lá dentro, é bem ruim!

O App da Playstation é o mesmo do ano passado, se chama “Experiência PlayStation” (para IOS ou Android) e vale ficar atento ao horário que libera para agendar horário, porque novamente esse ano, não conseguimos agendar. Claro que a fila Backup ainda existe, e se você quiser muito testar algum jogo, basta ficar por ali que hora ou outra eles te liberam para jogar.

Além do aplicativo, alguns stands estão com sistema de senhas. porém, nem sempre funciona tão bem! Estivemos no Stand do SBT, que estava muito bem montado e com um cenário do Chaves fantástico, mas pegamos uma senha para participar de uma realidade aumentada que deveria acontecer as 18:20, chegamos as 18:17 e nos informaram que estava atrasado e iria demorar cerca de 40 minutos para gente poder participar. Ou seja, não adiantou de nada a senha, a espera estava absurda para a quantidade de pessoas que estavam lá (apenas 2 pessoas na nossa frente) e acabamos desistindo de participar.

Já a área de campeonatos esse ano está maior e bem legal. Os campeonatos maiores começavam dia 10, mas vimos um pouco de campeonato de CS feminino. Para ver a agenda de Campeonatos durante a feira, clique aqui!

O Destaque desse ano, na nossa opinião, ficou com o Stand da  Epic Games, que fez uma tematização incrível da Fortnite! Não apenas eles reproduziram o ônibus que leva os jogares para o mapa e a asa delta com a qual eles caem, mas também possuía uma lhama Mecânica e as árvores e moitas típicas do cenário (Faltou só umas construções de madeira para gente se esconder  😀 )

BGS 2019 - Fortnite lhama

O Stand do Youtube estava com uma área de interação bem legal, a decepção nesse caso ficou por conta do pessoal que estava ali para auxiliar e nos direcionar. Ao subir as escadas e começar a interação, a monitor estava olhando o celular, demos Oi e ele sequer respondeu. Ficamos olhando o ambiente, que a gente deveria interagir, mas não sabíamos como, então após um tempinho parados, o monitor olhou para nossa cara e falou “olha, vocês tem que montar esse quebra-cabeça, que já está montado, e descobrir o número do cadeado para ganhar o brinde do báu”… Pois é, foi exatamente isso, tinha um quebra cabeças de 4 peças que ele sequer desmontou! Pois bem, a gente abriu o cadeado e falou para ele “abrimos”, e fiquei uns 2 minutos com o cadeado aberto mostrando para ele, até que ele, olhando para o celular, abriu o baú e nos deu o conjunto de adesivos que estão na foto dos brindes ali embaixo… Bom, eram vários ambientes de interação e nos outros os monitores estavam um pouco mais atentos e simpáticos, tiramos essa foto legal do Fatality, mas a decepção ficou por conta da gente sentir que “não deveria estar ali”.

Mas a decepção real mesmo foi no Stand da Nintendo. Eu sempre vou querendo muito jogar um jogo, e esse ano, era o Luigi´s Mansion 3, o novo lançamento do Nintendo Switch. haviam várias estações com o jogo e não ficamos mais do que 5 minutos na fila, a Nintendo pensou em tudo e em cada uma das 15 estações eles deixaram 1 monitor para te ajudar com comandos, tarefas e missões para você entender o jogo. Pois bem,  lá estava eu, com um controle que eu nunca tinha mexido em mãos, estou acostumada com controle de Playstation, e os controles do Switch mudam um pouco o local de “X”, “A”, mudam alguns nomes e etc. Entrei na primeira sala com o Luigi onde eu deveria capturar alguns fantasmas, e eu não conseguia entender qual botão eu tinha que apertar. Ai apanhei uma vez, apanhei 2, apanhei 3 e eu ouvia o monitor que deveria estar me ajudando no mair papo com a monitora da estação ao lado da minha. Nesse momento eu não sabia ainda que ele deveria estar me ajudandor, só ouvia ele no maior xaveco com a garota ao lado e me ignorando completamente. Quando eu estava com 19 de vida, ele literalmente arrancou o controle da minha mão e disse”nossa, você ta quase morrendo, você tem que fazer assim olha”…Ai eu entendi, só que bastou sair da sala, apanhei mais uma vez e morri, e ele falou apenas “você morreu, tchau”, sim, com essa simpatia toda! Fui então ver o Bruno jogando, que permaneceu jogando todo o Demo por mais uns 10 minutos, e que estava sendo ajudado com bastante eficiência pelo monitor dele. Só então me dei conta que eu deveria ter recebido ajuda e que havia 1 para cada estação, nesse momento fiquei com raiva de ter saído da estação, deveria ter pedido para iniciar de novo, afinal, era o jogo que eu queria testar e que mal sai da primeira sala… Problemas a parte, pelo menos consegui uma foto do Bruno jogando (E notando que ele está apontando para o chão e que não tem nada, ele nem joga tão bem assim 😀).

Rodando pela feira, você também tem várias possibilidade de fotos legais, eu acho fantástica essas áreas de fotos que eles criam para a gente se inserir nesse mundo ainda mais! Nessa foto, estavamos como personagens do Star Wars em uma caixa de colecionáveis, a foto tiramos no Stand do banco do Brasil.

BGS 2019 – Brindes

Ainda no esquema do ano passado, vários stands fizeram um sistema de Brindes de acordo com as interações que você faz dentro do Stand. Ou seja, você joga, ganha 1 ponto, você tira uma foto, ganha outro ponto, você faz alguma ação, ganha outro ponto, e por assim vai. O Primeiro Stand que vimos esse sistema foi o da Twitch, e haviam alguns brindes legais, a gente queria muito a camiseta!

O que decepcionou um pouco, foi que para pegar a camiseta a gente tinha que pegar a bola vermelha naquelas máquinas de garra (que você pega o item, mas ele escorrega, sabe?), mas  haviam apenas 3 bolas vermelhas dentro da máquina e estavam 100% fora de alcance. Eu e o Bruno tentamos pelo menos 1 bola de outra cor, mas nenhum de nos 2 conseguiu, então saímos meio frustrados do Stand sem nenhum Brinde.

Já no Stand da Acer/Predator, os brindes eram fáceis de se conseguir e haviam bons brindes, porém, o estoque se esgota muito rápido! Nós fizemos 4 atividades porque a 5a tinha encerrado a fila, achamos que conseguiríamos pelo menos a camiseta, mas quando fomos retirar, ela já havia esgotado, e nos falaram que poderíamos guardar o papel para retirar no sia seguinte de manhã, mas para vir logo cedo. Como a gente não ia voltar, ficamos com o brinde que tinha, que era o copo. O copo é até legal (veja foto a direita),mas acabamos saindo meio frustrados também.

Depois dessas 2 experiências, não vimos mais quais stands estavam dando brindes nem quais eram. A direita deixei os brindes que pegamos esse ano. Além do Copo, pegamos adesivos no Stand do Youtube e adesivos transparentes em algum stand que eu honestamente não lembro qual foi   🙄 , mas em questão de brindes, ano passado estava melhor.

A Fanta de vez em quando faz uma ações distribuindo latinhas também, nós pegamos na sala de imprensa, mas ela estava distribuindo na feira também, e serviu para matar a sade. 😀

 

 

 

 

BGS 2019: Famosos!

Esse ano não tiramos foto com nenhum famoso, isso principalmente porque no dia de imprensa não tem muita agenda de famosos por lá. Vimos apenas o Petar, que é um narrador de jogos que a gente curte bastante, mas ele estava de passagem e acabamos não pedindo foto.

Apesar disso, a agenda de convidados da feira está bem legal esse ano, até os atores de GTA V estarão presentes, e confesso que queria estar lá para tirar uma foto com eles, mas esse ano a gente está na correia do casamento (Sim, nos casamos mês que vem!) e não vamos voltar.

para ver a agenda de famosos, clique aqui!

BGS 2019: Cosplay

Claro que um dos atrativos nesse tipo de feira são os cosplays! Infelizmente no dia de imprensa a quantidade de cosplays é bem baixa, mas ainda assim conseguimos ver alguns legais!

BGS 2019: Comprinhas

Esse ano não compramos nada! Apesar de ter muitas lojas com bastante coisa legal, a gente achou os preços um pouco salgados e não havia nada muito diferente do que a gente conseguiria comprar fora da feira. O destaque das compras para nós, foram umas espadas medievais, que a gente não comprou, mas descobrimos a pessoa que faz! E porque essas espadas são o destaque para nós? Porque a gente vem procurando espadas legais para nosso casamento há meses, e a gente não achava! A gente achou algumas de plástico, mas eram pequenas, achamos algumas de metal, mas eram aluguel e eram do Rio, mas a gente não achava exatamente o que queríamos. Tiramos essa foto do Bruno com uma das espadas que eles tem, que é de MDF e vamos pedir para eles fazerem os modelos medievais para nosso casamento (são modelos diferentes). E se você não entendeu o que faremos com espadas em um casamento, segue a gente lá no Instagram (@casal_9) que nosso casamento é temático e vai ter muita coisa diferente!

BGS 2019: Alimentação

A área de alimentação desse ano é tão grande quanto a do ano passado. Com uma diversidade boa de Food trucks e algumas lojas famosas, como Domino´s, Bob´s, Rei do mate e etc.

Esse ano não comemos por lá, como sempre, em locais assim a comida é bem cara, e como a fome estava bem tranquila, a gente optou por comer em casa.

BGS 2019 food trucks

 

BGS 2019: fim 🙁

Fecho esse post com a foto da única “novidade” que vimos pela feira, que foram as tatuagens instantâneas . Claro que foram anunciados muito lançamentos de jogos, mas novidades no sentido de novas tecnologias, novas formas de interagir com a feira e coisas que a gente não tenha vivenciado nas feiras de outros anos, não tiveram. Essa tatuagem, que pegamos no Stand da Twitch e da Acer/predator, são feitas por uma espécie de impressora manual, onde eles encostam em você e ela imprimi na hora. Não entendi muito como funciona, mas achei muito legal. Eles disseram que durava 3 dias se você não esfregasse, então fiz o teste, o Bruno esfregou, e saiu no banho, e eu apenas tomei banho, sem esfregar, mas durante a noite ela saiu inteira também🙁

 

Apesar da feira ter nos decepcionado um pouco esse ano, ficamos por aqui agradecidos por mais essa oportunidade e pensando em como será a do ano que vem! (Afinal, gamer é gamer e não perde uma feira dessas). E se vocês quiserem ver o que mostramos por lá, deixei salvo nos destaques do nosso Instagram (@casal_9) o que filmamos por lá!

 

 

 

Categorias
Escape Room Final de semana

Escape Now Survivors – Escape Now – Review

Site: Escape Now  Survivors

Local: São Paulo

Capacidade: De 5 a 12

Já saíram: Sem informação no site

Tempo para sair: 90 minutos

Nós conseguimos?: Sim! (81:50)

Preço: R$ 90,00 por pessoa (Com opção de pagamento Proporcional ao tempo se sair com no máximo com 3 dicas)

Sala Encerrada  🙁 

Misteriosamente, todos os moradores de uma casa se transformaram em zumbis que se alimentam de partes do corpo humano, principalmente de cérebros. O vírus que infectou essas pessoas, foi desenvolvido e era armazenado em um local secreto desta casa por um cientista conhecido mundialmente e que residia nesse local. O exército foi acionado e está do lado de fora da casa, controlando todos os acessos, inclusive a entrada e saída de qualquer pessoa ou até mesmo um zumbi. Foi autorizado pelo presidente, que uma bomba seja lançada sobre a casa, para que tudo e todos sejam dizimados e assim combater o perigo do vírus se espalhar e contagiar o planeta Terra. Você e seu grupo, trabalham no mesmo laboratório onde o cientista desenvolveu esse vírus e foram designados para encontrar e resgatar o que sobrou da pesquisa, pois muito dinheiro está envolvido nessa operação. Porém, sejam rápidos: em 90 minutos, a bomba atingirá esse local, e você será mais um corpo nessa casa. Boa sorte e muito cuidado!

Confira aqui a nossa classificação geral das salas que já fomos

(em Breve!)

Escape Now Survivors

Antes de qualquer detalhe, precisamos dizer que esse a Escape Now Survivors uma sala com atores! Isso já foge do padrão de salas que estamos acostumados.

Antes de entrar recebemos algumas orientações. Como se trata de uma sala de terror com “zombies reais” que vão querer comer seu cérebro, as orientações de jogo são diferentes. É um jogo de Escape, então o básico de não forçar nada, não mexer onde está escrito para não mexer e o rádio para pedir dicas são padrão, as orientações sobre os zumbies é que mudam. Somos informados que existe um “bunker” dentro do jogo, e lá é o local seguro, ou seja, la dentro os zumbies não podem entrar (isso já é de grande alivio). Também somos informados que existem escadas na casa e que não é permitido correr nelas, que caso o zumbi venha correndo atrás de nós, ele vai dar uma boa desacelerada na escada para que ninguém caia. Também não é permitido encostar nos zumbies, jogar coisas neles (apenas cérebro, se encontrássemos pela casa, podíamos jogar para eles que eles parariam por um tempo também) e claro, como se trata de um jogo, quando um zumbi te pegasse, você seria retirado da sala por 5 minutos e depois voltaria ao jogo.

Também recebemos 1 arma, quando víssemos um zumbi, teríamos que atirar nele e ele ficaria imóvel por alguns segundos para nos dar tempo de fugir. Só nessa explicação pré-sala a gente já começou a ficar tenso! Então é exibido um filme, como se fosse uma notícia da TV, informando o que houve, e você começa a ouvir helicópteros rodando e toda aquela adrenalina de apocalipse rolando.

Ai sabe aquela motivação que faz você entrar em uma sala pronto para ação? Aqui tem de sobra!!! A escape Now Survivors não apenas faz uma excelente pré-apresentação, ela entra no jogo com você (literalmente), ou seja, no momento em que acaba o vídeo, somos escoltados pelo exército, cheio de armas, por dentro da casa escura até o bunker. Claro, somos informados que a casa estará toda escura, mas a gente pode ter luz, depende apenas de nós, e devemos correr, pois em 90 minutos uma bomba vai cair na casa para impedir que a infestação se espalhe!

Bom, somos trancados dentro do bunker e logo de cara já temos que descobrir como sair de lá. Durante o jogo todo ficam rolando músicas de suspense, e vira e mexe ouvimos barulhos de zumbies só para colocar a gente para correr mesmo.

A sensação de ter uma casa inteira para a gente jogar, explorar e dar de cara com zumbies é uma coisa de louco. A adrenalina fica a mil o jogo inteiro!

Sabe aquilo que falaram que nas escadas os zumbies não iam correr atrás da gente? Eu e a Aline abusamos dessa informação, cada vez que a gente ia abrir uma porta nova, as 2 corajosas ficavam mais para trás bem no meio da escada, ai a gente se sentia segura. haha

Bom saímos faltando pouco mais de 8 minutos, e concluímos que essa foi a melhor sala de Escape que já jogamos! Não pela dificuldade, os enigmas eram até simples, e eles mesmo falam isso (Aliás, para grupos inexperientes eles também simplificam algumas coisas), mas porque é um jogo que te mantém no clima o tempo inteiro, que te faz sentir medo, enfrentar o medo, fazer descobertas, ficar junto dos amigos, é fantástico! Se tiverem oportunidade, vale a pena demais conhecer!

 E claro, não podia faltar nossa foto de fim de jogo. Jogamos em 6 pessoas, mas um deles acabou indo embora antes da foto:

escape now survivors

Atualização: Uma pena que a “sala” tenha fechado, agora existem outras salas onde era a Survivors, mas se você gostou da ideia de sala com atores, além da CCD da casa Sessenta Minutos (confira o review), já existe também a Escape 60 Xtreme, já já vai ter review de lá também.

A casa “Escape Now”

A casa na verdade nada mais é que uma casa de rua apenas com o logo da Escape Now, e nem precisa de muito mais que isso mesmo. Tem um sofá para espera, banheiros e se você vier de carro, tem bastante local na rua para parar.

Senti um pouco de falta de puzzles para a gente ir mexendo enquanto espera os amigos, eu cheguei uns 40 minutos antes e fiquei um bom tempo sem fazer nada.

Já o pessoal que atende lá são nota 10! No dia que fomos,  ainda teria outro grupo depois de nós, era um grupo de adolescentes que nunca tinham jogado escape.

O pessoal da casa falou que quem quisesse se fantasiar da zumbi e entrar as vezes para assustar os meninos, seria bem vindo!

 Nos morremos de vontade, pena que estava tão tarde e todo mundo trabalhava dia seguinte.

Fomos muito bem atendidos e no fim nos contaram várias histórias que rolaram durante esse jogo, como grupos que não conseguiram sair da sala, por medo, gente que caiu no chão e foi quase pisoteado pelos amigos, vários sustos engraçados!

.

Pena que a survivors fechou, mas vocês podem ficar com os melhores momentos dos sustos em um vídeo que eles soltaram dos melhores momentos após a Escape Week (quando fomos). A gente apareceu no vídeo, quem adivinha em que momento?

 

 

 

_______________________________________________________________

Como é uma sala de Escape?

Gostaria de dar uma espiada em como é uma sala de escape, como são tematizadas e o que você pode encontrar? Fizemos um post especial só mostrando fotos de algumas salas para você (E a gente também!), matar a curiosidade. (veja aqui)

 

Categorias
Escape Room Final de semana games Nerd/Geek Review

Review “Roubo a banco” – The Escape Game

Site: The Escape Game

Local: São Paulo

Capacidade: De 4 a 8

Já saíram: Sem informação no site

Tempo para sair: 60 minutos

Nós conseguimos?: Sim! (53:42)

Preço: R$ 79,00 por pessoa

O banco de depósitos Chaim foi roubado! Você e seu time de investigadores foram chamados para apurar qual a quantia roubada de seus cofres, antes que os clientes apareçam. Então, afine seus sentidos, estrale seus dedos e conclua esta tarefa nesta incrível sala de fuga!

.

.

Confira aqui a nossa classificação geral das salas que já fomos

(em Breve!)

Roubo a banco

Uma coisa que sempre reforçamos é o quanto a motivação para entrar em uma sala faz a experiência começar mais legal. A roubo a banco não tem uma motivação das melhores. Para nós, não fez muito sentido ter que entrar na sala para contar quanto não foi roubado e sair em 60 minutos porque os clientes iriam chegar, por isso aquela motivação inicial que deixa as coisas mais tensas, não aconteceu. O cenário é bem montado mas os enigmas são um pouco confusos. Algumas coisas você precisa apenas encontrar, outros você precisa achar valores, mas alguns desses valores acabam sendo aproximados.

A sala também possui cadeados, não costumamos ter problemas com eles, mas um dos cadeados, que é aquele estilo de cadeado de cofre, que tem que rodar para um lado e depois o outro, nos prendeu por algum tempo. A gente tinha a combinação, todos tentamos, mas ninguem conseguia abrir. Nessa hora talvez tenha faltado alguma orientação mais clara pelo rádio, pois acabamos perdendo tempo desnecessário. 

A ideia da sala é bem legal, fugiu um pouco dos padrões básicos das salas de enigmas com combinações, mas acho que faltava desenvolver um pouco mais de trabalho extra em alguns momentos, pois a sala corre bem até um certo tempo, mas depois que entramos no cofre e temos que descobrir o valor roubado, começa uma parte de muitas contas e pouca coisa para fazer. Acaba que apenas uma pessoa fica fazendo as contas, outra pode ajudar com a calculadora, mas o resto não tem nada para fazer a não ser olhar. Bem próximo do fim você acaba tendo mais uma agitação para descobrir um enigma final que provavelmente você não notou no caminho.

Para entrar no Hall da fama da casa, você precisa sair da sala com n máximo 3 dicas. Nós saímos com 2! Para quem entra no Hall da fama eles tiram uma foto instantânea e colocam na parede.

.

A casa “The Escape Game”

A casa em si está entre nossas favoritas. É grande, muito bem montada e tem até uma área de eventos, onde eles fazem festas e coisas do tipo, que podem incluir almoços, aniversários, confraternizações e etc. Foi a primeira casa que vimos com uma área assim, achei interessante porque pode unir 2 coisas bem legais e diferentes. 

Com relação ao atendimento, também foi perfeito! Chegamos próximos do horário que havíamos marcado e nos informaram que um funcionário havia faltado e a nossa sala estava com 45 minutos de atraso. 

Para compensar isso, nos ofereceram uma bebida de graça por pessoa ou a opção de fazer a sala “roubo a banco”, que não estava na promoção da Escape week (Originalmente iríamos para a sala “máquina do tempo”). Acabamos optando por trocar a sala, e ainda assim, eles ofereceram um voucher para a gente retornar para a sala “máquina do tempo” pagando o preço da Escape week em qualquer outra data. 

A área de espera é bem gostosa e nem sentimos o tempo passar. O bom é que aqui também tem estacionamento na frente da casa, para 2 carros, então não tem que sair pela rua procurando. Porém, a casa fica próxima de uma esquina e acabamos perdendo a entrada, mas de qualquer forma, é fácil parar na rua.

 

 

 

 

.

.

..

 

.

.

_______________________________________________________________

Como é uma sala de Escape?

Gostaria de dar uma espiada em como é uma sala de escape, como são tematizadas e o que você pode encontrar? Fizemos um post especial só mostrando fotos de algumas salas para você (E a gente também!), matar a curiosidade. (veja aqui)

 

Categorias
Escape Room Final de semana Nerd/Geek Review

Review sala Leonardo da Vinci – Casa Escape Club

Site: Escape Club

Local: São Paulo

Capacidade: De 2 a 8

Já saíram: Sem informação no site

Tempo para sair: 60 minutos

Nós conseguimos?: Sim! (Cerca de 44 minutos, um dos top 3 da casa!)

Preço: R$ 70,00 por pessoa

Leonardo da Vinci criou em Milão sua própria oficina-escola, onde seus alunos não só eram diretamente envolvidos nas pinturas, mas também ajudavam da Vinci em seus estudos. No entanto, não eram todos que podiam fazer parte dos privilegiados: somente alunos com dom e talento eram selecionados. O Grão-Mestre tinha uma solução para peneirar os milhares de seguidores e abrir os segredos só para aqueles que mereciam. Ele tinha uma sala onde eram testados os futuros alunos. Entre os trabalhos dele, como pinturas, estudos, modelos e esboços cheios de enigmas misteriosos, havia um enigma oculto que só os melhores poderiam resolver. Vocês vão entrar na mesma sala que ficou fechada por séculos. Será que vocês são aptos para passar pelo exame de seleção de alunos do Leonardo da Vinci? Confirmaremos isso se vocês acharem a saída da sala oculta.

Confira aqui a nossa classificação geral das salas que já fomos

(em Breve!)

Leonardo da Vinci

O grande diferencial da “Leonardo da Vinci” é ser uma sala de Escape sem cadeados! A maioria das salas possui enigmas para desvendar códigos que vão abrir cadeados, aqui não, os enigmas são para conseguir abrir dispositivos mecânicos, que funcionam perfeitamente! (nada mais frustante que estar em uma sala onde os dispositivos só falham).

A sala não é das maiores e chega a assustar um pouco na entrada. Isso porque você olha e não vê nada! Dá aquela sensação de “Meu Deus, não vou achar nada nessa sala”. Mas a tematização dela é ótima, parece uma sala de museu, e logo que o jogo engrena, você descobre coisas o tempo todo!  

Diferente de outras salas, onde você pede dicas por um rádio, aqui não adianta pedir, as dicas são dadas de acordo com seu jogo. O que achei legal é que quem “fala” é a voz do Google, então não quebra o clima da sala, pois você não sente que está falando diretamente com alguém.

Os enigmas não são dos mais fáceis, então coloque a cabeça para funcionar!

Infelizmente não tinha plaquinha para colocar nosso tempo, então não lembro ao certo em quanto tempo saímos, mas, está ai registrado a foto do dia!

.

A casa “Escape Club”

Nós havíamos agendado uma sala as 21h, ao chegar no local informaram que havia um atraso de 40 minutos, que a gente podia esperar ou marcar outro dia. Talvez esse fato seja o único motivo porque não avaliamos a casa com atendimento 5 estrelas, pois sentimos falta de um “agrado” pelo atraso. Já estivemos em outras casas que também atrasaram, mas nos foi oferecido fazer outra sala ou tomar uma bebida de graça. Talvez a Escape Club não tivesse a outra sala disponível no dia (por enquanto são apenas 2), mas um bebida viria bem a calhar, estávamos com bastante sede!

No mais, a casa possui um espaço externo onde nos divertimos atirando dardos e o tempo passou rápido. 

 

_______________________________________________________________

Como é uma sala de Escape?

Gostaria de dar uma espiada em como é uma sala de escape, como são tematizadas e o que você pode encontrar? Fizemos um post especial só mostrando fotos de algumas salas para você (E a gente também!), matar a curiosidade. (veja aqui)

 

Categorias
Escape Room Final de semana Nerd/Geek

Review sala Carandiru – Casa Puzzle Room

 

Site: Puzzle Room

Local: São Paulo

Capacidade: De 2 a 8 pessoas

Já saíram: 30 %

Tempo para sair: 60 minutos

Nós conseguimos?: Sim (43:58 min)

Preço: R$ 76,00 por pessoa

Você foi acusado e incriminado de um assalto à banco injustamente e trancafiado no maior sistema prisional da América Latina, o lendário Carandiru. Consegue escapar em menos de 60 minutos usando a fuga deixada pelo verdadeiro criminoso (apelidado de palhaço) como “presente” ? Corra! O tempo está passando.

.

.

Confira aqui a classificação geral de todas as salas que já fomos

(Em breve)

_______________________________________________________________

Depois da nossa primeira experiência com uma sala de Escape (Veja aqui), ficamos super animados para conhecer outras, e quando chegou a Escape Week, a gente fez a festa! Com outro grupo dessa vez fomos conhecer a sala Carandiru, na Casa Puzzle Room.

Carandiru

Antes de entrar são dadas as instruções da sala, que são em sua maioria iguais a qualquer sala de Escape, o diferencial é que todas as salas da casa Puzzle Room são 5D, ou seja, são salas sensoriais, onde é preciso tocar, sentir, olhar, escutar e prestar muita atenção. Esqueceram de passar esse detalhe para nós nas instruções e a informação fez falta, acabamos usando uma dica por conta disso, então se você for, tenha em mente que é necessário usar todos os sentidos!

Dentro da sala o tempo todo ouvimos ruídos de celas se abrindo e vozes de prisioneiros conversando. Esse tipo de ambientação é bem legal porque a gente se sente muito mais por dentro da história. Por outro lado, a motivação para entrar não nos convenceu. Não conseguimos entender o porque um criminoso ficaria com pena de nossa prisão e porque deixaria uma fuga como presente, e o limite de 60 minutos para fugir não tem incentivo. Para nós, uma boa motivação faz a sala já começar mais interessante.

Com relação aos enigmas, o 5D é uma ideia bem interessante, mas as soluções acabaram sendo subjetivas demais. Além disso, o fato de ser uma prisão implica em muita coisa escrita pela parede. Sabemos que a maioria está ali para distrair, mas ao mesmo tempo, tem tanta coisa atrapalhando que quando você precisa de um dos rabiscos para de fato resolver alguma coisa, você não consegue linkar os enigmas. Acabou não sendo muito intuitivo e acabamos pedindo dicas porque simplesmente chega um momento que a gente realmente não faz ideia como sair do lugar. 

Conseguimos concluir a sala, mas ficou aquela sensação de “como foi que a solução final abriu a porta?” Acho que isso acabou ficando muito claro nas nossas caras na hora da foto… hahaha
Quando vi até ia falar que parece foto de presidiário, mas pensando no tema da sala, talvez deva mesmo parecer isso 😆

 

 

A casa “Puzzle Room”

Logo de cara uma coisa na casa me deixou chateada. Eles possuem 3 aquários de peixes Beta presos na parede para decorar o local, o que ficou até bem legal. Mas acontece que desses 3 Betas, 2 estavam mortos. Possuo aquário em casa desde que nasci, aprendi a cuidar e gostar dos peixes, então acredito que se vamos cria-los fora de seu habitat, o mínimo que devemos fazer é cuidar direito. Claro que nada garante que eles morram mesmo assim, mas o mínimo de cuidado é estar atento à eles e não deixar o peixe morto ali, afinal, fica parecendo que eles não olham para eles há muito tempo. 

Quanto ao atendimento em si, não teve nem altos nem baixos, foi OK. Mas uma coisa foi bem legal. Na hora de fazer o pagamento, vimos que eles aceitam Méliuz, para quem não sabe, Méliuz é um site que devolve uma porcentagem do valor das suas compras. Na puzzle room recebemos 25% de volta!  Para receber, você precisa ter o cadastro no site, se não tiver, basta clicar aqui, se cadastrando pelo nosso link, ao concluir uma compra de R$20,00 você ganha mais R$10! Utilizo o site há 2 anos e não tenho do que reclamar!

A Puzzle Room também possui uma área com puzzles para você resolver enquanto espera e armários para guardar seus pertences enquanto joga. Todos que completam as salas ganham um espaço na parede para escrever seus nomes e tempos, deixando assim registrado sua conquista!

Para conseguir desconto, você encontra um preço legal comprando pelo Site do Peixe Urbano..

.

Como é uma sala de Escape?

Gostaria de dar uma espiada em como é uma sala de escape, como são tematizadas e o que você pode encontrar? Fizemos um post especial só mostrando fotos de algumas salas para você (e a gente também), matar a curiosidade. (veja aqui)

 

Categorias
Dicas Escape Room Final de semana Nerd/Geek

Como é uma sala de Escape Room? O que encontramos lá dentro? (Post com fotos!)

Como é uma sala de Escape?

Após nossa primeira experiência em uma Escape Room (Veja aqui como foi), ficamos curiosos para ver como seriam outras salas (Além de claro, ficar com coceira para fazer outras). Pensando nessa curiosidade, fomos atrás de algumas fotos de salas espalhadas pelo mundo para dividir com vocês! Cada sala é única e certamente seria impossível resolver qualquer coisa apenas com uma foto, pois são inúmeros enigmas detalhadamente escondidos e interligados, mas eu tinha muita curiosidade para entender como era a tematização dessas salas. Espero que gostem e também se animem para correr para uma sala de Escape Room! (Essa semana está rolando a Escape Week pelo Brasil. Já fizemos 5 novas salas!)

.

Sala Z-Virus na Escape Time em SP (Brasil)

.

Sala Escape Kitchen na Escape 60 em SP (Brasil)

.

. Sala “O Verso do Universo” da Puzzle Room em SP (Brasil)

.

Sala “The Alchemist” em LA (EUA)the alchemist LA.

Sala Sherlock Holmes Em Londres (Inglaterra)

sherlock.

Sala “The Outbreak” Em Salem (EUA) salem.

Sala “Escape Sid´s Room (Toy Story) no Texas (EUA)escape-sid-s-room.

castle room em Los Angeles (EUA)castle room.

Basement Escape Room em los Angeles (EUA)

los angeles basement.

Escape Hunt em Bangkok (Tailândia)

escape Hunt em Bangkok.

Sala Dream’scape em Gastown (Canadá)

smartypantz-in-gastown.

Sala Resident Evil 7 experience em Londres (Inglaterra)

s3-resident_evil_7_the_experience_4--default--1280.

Breakout em Kuala Lumpur (Malásia)

kuala lumpur.

Game Over Escape Room na Grecia

russia.

Sala Alchemy em Pittsburgh (EUA)

É uma sala com enigmas baseados em ciência e temas de Da Vinci, é uma sala de terror com 3 quartos em uma mansão.

pittsburgh-escape-game.

Aliens Escape Room em Capelle a/d IJssel (Reino dos países baixos)

Aliens Escape Room.

Sala het laboratorium Em Tilburg (Reino dos Países baixos)

Laberatorium-Escape-Room-1.

Sala Egyptian Adventure em Salzburg (Aústria)

egyptian-adventure-escape-room.

Sala Water landing em Wisconsin (EUA)

water-landing-escape-room.

Sala Eat or be eaten em Wisconsin (EUA)

eat-or-be-eaten-escape-room.

Sala The Great Carnival Challenge em Irvine (EUA)

carnival.

Sala Tesla´s Mystery, em Moscou (Rússia)

. 

Sala Cold War Bunker em Los Angeles

.

Sala “Mona Lisa” Affair, em Riga (Letônia)

.

Sala Saw, em Riga (Letônia)

. 

Sala “MADNESS”. HORROR ROOM, em Riga (Letônia)

.

Sala Magiq Room, em Los Angeles (EUA)

 .

Sala The Great Houdini Escape Room, em São Francisco (EUA)

.

Escape Room Budapeste

.

E você, conhece mais alguma foto de sala que deveria estar nessa lista? Se animou para conhecer alguma? Só podemos dizer que estamos viciados!!! Essas salas são demais! Encontramos um site que mostra todas as salas de Escape dos EUA (Infelizmente do Brasil ainda não achamos  🙁  ), mas se você for viajar e quiser conhecer alguma, dá uma olhada em quais salas tem perto de onde você vai ficar (Clique aqui)

 

 

Categorias
Escape Room Final de semana Nerd/Geek Review

Review sala Laboratório do CCD – Casa Sessenta Minutos

Site: 60 Minutos

Local: São Paulo

Capacidade: De 4 a 12 (Recomendado de 6 a 10 )

Já saíram: 7% com dicas controladas. 2% com dicas livres. Um grupo escapou sem dicas!

Tempo para sair: 60 minutos

Nós conseguimos?: Não!  😥

Preço: R$ 79,00 por pessoa (mas no próprio site possui promoções)

Um vírus mortal assola o mundo, matando os humanos em 7 dias. Em poucos meses, a pandemia acaba com metade da população. Os sobreviventes vivem isolados e o desespero é geral. Você e seus amigos descobriram que o antigo prédio do Centro de Controle de Doenças (CCD) está ativo e sendo operado pelos responsáveis pela criação e disseminação do vírus.  Acessem o laboratório e consigam a vacina para produção em larga escala. Mas cuidado, o turno inicia-se em uma hora e um vigia faz a ronda durante a madrugada. Vocês precisam entrar e sair sem serem vistos!

.

Confira aqui a nossa classificação geral das salas que já fomos

(em Breve!)

_______________________________________________________________

Desde que começou a febre das salas de Escape, eu e Bruno estávamos doidos para conhecer!!! Acabava nunca dando certo, mas enfim, fomos!!  Fomos em um grupo de 6 pessoas, amigos queridos que fizemos graças aos grupos sobre a Disney (Uma outra paixão).

Para quem não sabe, as salas de “Escape Room” são salas temáticas cheias de pistas escondidas e um objetivo: descobrir como sair dela em 60 minutos. São pensadas principalmente para o público adulto e as as histórias variam. O mais legal dessas salas é que quando você termina uma, fica animado para ir para outras, já cheio de ideias sobre os enigmas que pode encontrar.

_______________________________________________________________

 

Laboratório do CCD

thumb-labSalas de Escape em geral permitem que você mexa em tudo e bagunce tudo, a “Laboratório do CCD” tem uma peculiaridade, como estamos invadindo o local, existe o vigia, que de tempos em tempos entra na sala. Temos que deixar as coisas como estavam e nos esconder! Claro que ele faz vista grossa, mas se você estiver dando bobeira no meio da sala, pode ser retirado do jogo por alguns minutos. Se as coisas estiverem muito bagunçadas ele também vai conferir com mais atenção e mais minutos de jogo vão-se embora.

Durante as instruções eles orientam sobre todos esses detalhes, e recebemos um rádio, que é por onde podemos pedir dicas e ele também emite um som 10 segundos antes do vigia entrar, para dar tempo de reorganizarmos tudo e nos esconder.

Antes de entrar na sala em si, tem uma pré-sala e temos que descobrir como sair para acessar o laboratório. Detalhe: no escuro e com apenas 1 lanterna! A sensação foi que o jogo começou de verdade quando saímos dessa primeira sala.

A ambientação é incrível! Parece mesmo que estamos em um laboratório, e a gente não para 1 segundo! O tempo todo estamos achando detalhes, coisas que vão abrir ou solucionar outros enigmas, e é aquela história, não dá para solucionar tudo sozinho. O legal de ter um grupo é que cada um consegue linkar coisas diferentes e se ajudar.

A imersão, ambientação e motivação foram excelentes! Embora não exista sons na sala, o fato de entrar um vigia torna o jogo bem mais imersivo. Você fica mesmo com a sensação que está em um local que não deveria estar para descobrir algo importante. A motivação dos 60 minutos também faz bastante sentido, então o jogo conseguiu ser legal como um todo, a única coisa que sentimos falta foi um pouco de detalhes associados à zumbis. Tudo bem que estávamos em um laboratório que está isolado da epidemia, mas seria legal ter algumas referências para mostrar que eles estavam de fato estudando isso. 

PENSE-TRATADAA sala traz algumas surpresas ao longo do jogo e isso deixou a nossa experiência ainda mais legal! Os enigmas são bastante intuitivos e a sala não é linear, ou seja, ao mesmo tempo que você está resolvendo alguma coisa, o seu grupo pode estar resolvendo outra, mas se você é iniciante como nós éramos, pode não ser uma boa opção começar por ela. O nível de dificuldade é 5/5, então eles recomendam as outras salas antes. A gente não sabia disso até chegar lá, mas eles perguntaram se queríamos trocar de sala, já que havia outra disponível, porém, preferimos manter. Claro que não atrapalha em nada a experiência, apenas demoramos um pouco mais para nos ambientar. 

E abaixo, a foto que registra o nosso fracasso 🙁 Confesso que chegamos muito perto, mais uns 10 minutos talvez fossem suficientes, mass, ficamos presos e não salvamos a humanidade 😥

escape final

A casa “60 Minutos”

escape3Nós gostamos bastante da casa. A entrada engana um pouco, fazendo parecer um local pequeno e sem muita estrutura, mas oferece um sofá confortável e enigmas para você se distrair enquanto espera. O atendimento também foi excelente e super pontual. Após ingressar nas salas, a ideia de local pequeno e sem estrutura também perde o foco. A sala do laboratório do CCD, além de mega tematizada e cheia de dispositivos, é enorme!

escape2

A casa oferece armários com chave para deixar os seus pertences. Afinal, não tem porque ficarmos com bolsas penduradas durante a experiência. Celulares obviamente são proibidos, tirar fotos do local ou dar dicas de passos a serem feitos pode estragar a experiência de outras pessoas. Antes de entrar em qualquer sala, a gente passa por esse corredor da foto à direita. Achei demais! Já tem todo um ar de mistério.

Como haviam salas disponíveis após terminado nosso tempo, foi oferecido fazer outra sala por 50% do valor! Infelizmente nosso grupo não tinha como permanecer mais tempo, mas se vocês saírem no pique, vale a pena conversar com a casa e verificar se existem salas disponíveis e se dá para ter um desconto legal para continuar jogando.

Ahhh, um detalhe legal é que as informações escritas tem versão em inglês, ou seja, se você estiver turistando por São Paulo e não entender bem o português, não tem problema, com inglês você consegue se sair bem!

E sabe o mais legal? Se você não conhece nada sobre o assunto, queria conhecer um pouco melhor antes para saber se vale o investimento, a casa está com uma sala gratuita por algum tempo! É a “Dengue Experience”, que é um oferecimento da Sanofi Pasteur. Basta agendar um horário e ir lá! Não jogamos ainda e acreditamos que não seja tão complexa como as demais salas, principalmente porque ela tem nível de dificuldade 2/5, mas com certeza vale a pena para dar um gostinho e conhecer a casa.

Um extra, a casa 60 minutos está participando da Escape Week (Que acontece em Junho), onde você faz salas por R$36,90 e ainda ajuda uma ONG. Para conferir as casas e salas participantes, visite esse link!

_______________________________________________________________

Como é uma sala de Escape?

Gostaria de dar uma espiada em como é uma sala de escape, como são tematizadas e o que você pode encontrar? Fizemos um post especial só mostrando fotos de algumas salas para você (E a gente também!), matar a curiosidade. (veja aqui)

 

Categorias
Exposições Final de semana

O que rolou no Salão do automóvel

Esse feriado usamos para curtir alguns eventos em São Paulo, e claro, um dos maiores e mais famosos que acontece na cidade, é o salão do automóvel! Quem acompanha a gente pelo Snap ou Instagram, conseguiu curtir um pouco junto com a gente (@Casal_9), mas quem não conseguiu, confira um pouco do que encontramos por lá!

Sobre a organização (Reed Exhibitions)

Primeiro, vamos falar um pouco sobre a organização do evento. Quem estava cuidando disso era a Reed Exhibitions, e confesso que fiquei bastante decepcionada com eles. Fizemos nosso cadastro de imprensa cerca de 1 mês antes, recebemos um e-mail falando que em breve receberíamos uma resposta avisando sobre a aprovação ou não do cadastro de imprensa. Faltando 4 dias para o início do salão, não recebemos nenhum e-mail. Voltamos a efetuar o cadastro e enviei um e-mail direto para eles. Faltando 1 dia para o dia que iríamos, não recebemos nenhuma resposta de nenhuma das tentativas. Achei muita falta de profissionalismo para alguém que sedia um evento desse porte. Mas ok, fomos comprar os ingressos. O site, apesar de bonito, também apresentou problemas. Queríamos 5 ingressos, 3 eram meia, e na hora de escolher só podia escolher 1 meia. Ai tenta daqui, tenta dali, os ingressos que tinham desconto para rede social (10 reais com um código do facebook), simplesmente sumiram. Após várias tentativas, conseguimos comprar 3 meias e 2 inteiras sem o desconto. Após efetuar a compra, o desconto voltou a aparecer…  Ou seja, a organização pecou bastante nisso.

.

Sobre o novo espaço (São Paulo Expo)

Sem dúvida o novo espaço para a realização do Salão do automóvel agradou muito mais. O estacionamento é mais organizado, apesar do preço (R$ 40,00), o fato de ser coberto e possuir indicação de local com vagas ajuda muito. Nós pegamos um dia chuvoso e não nos molhamos nada. Além disso, por ser um edifício garagem, a distância para andar é bem menor. espaco

O espaço interno do São Paulo Expoé muito bom e moderno. O ar-condicionado funcionava perfeitamente e deu até para sentir um friozinho. Não sei se o salão de fato não estava tão cheio, mas me senti muito menos apertada que em outras edições. Dava para circular tranquilamente. Senti apenas falta de um pouco mais de pessoas nos Stands que pudessem explicar detalhes e funcionalidades dos carros expostos.

.
salao

.

O Salão do Automóvel desse ano conta com diversas áreas de test Drive, com pistas de arrancadas e off road. GM, Nissan, Land Rover, Peugeot e Volks montaram pistas no SP Expo e o acesso é gratuito. Para se inscrever basta comparecer no Stand e fazer o pedido. 

1478987604773

..

O Salão do automóvel

Acho um pouco complicado falar aqui sobre definições técnicas de carros, afinal, existem sites especializados nisso e eu sou uma mera curiosa no assunto. O que é o salão do automóvel para mim? Aquele momento onde posso conhecer novas tecnologias e encostar em carros que muitas vezes só vejo na TV. Além disso, existem alguns carros conceitos que de fato valem muito a pena poder ver ao vivo.

O que se destacou para mim nesse salão, foi O carro h-Tron quattro da Audi. Ele pode ser abastecido com hidrogênio em 4 minutos e ter uma autonomia de 600 Km! Além disso, solta apenas vapor d´água no meio ambiente e vai de 0 a 100 em 7 segundos!

h-tron

Mas a Audi, não foi a única a apresentar um carro com esse conceito. A Honda também expôs o seu carro Clarity Fuel Cell, que tem autonomia de 750Km e já está a venda no japão (Sem previsão para vir ao brasil :cry:)

clarity

Aliás, opções de carros híbridos e com novas tecnologias de combustível foram bastante apresentadas nesse salão. Porém,  o Brasil ainda não aceitou muito bem a nova tecnologia e muitos desses carros não vão ser lançados aqui.

Outra coisa interessante que foi apresentada no salão foram carros sem espelhos retrovisores. No local deles existem câmeras e você vê o trânsito pelo painel interno ao carro. Apesar de saber da existência disso no salão do Automóvel, não cheguei a ver de fato nenhum carro que utilizasse.

E o diferencial do salão? É a apresentação de carros conceito. Alguns em adaptação para lançamento, mas alguns são apenas para babar mesmo, com um visual de tirar o fôlego. Abaixo vou colocar algumas fotos do que encontramos por lá. 

.

Peugeot Fractal

fractal

.

Mercedes Concept IAA (Intelligent Aerodynamic Automobile)

mercedes

.

BMW i8

bmw

.

Troller T4 Xtreme

troller-t4-xtreme

.

Toyota C-HR

toyota-chr

.

Land Rover Discovery

lr-discovery

.

BMW Série 6 Gran Coupé

bmw-grand-coupe

.

Citroen E-Mehari

citroen-e-mehari

,

Audi R8 V10 Plus

r8-v10plus

.

.

Bom, como boa entendedora de carros que sou, o que me chama a atenção e o que me levaria a comprar um deles, é nada mais, nada mais, que a cor! 😀  hahaha Sou apaixonada por carros azuis. E dessa vez, parece que não sou a única. Por isso, fiz uma sessão especial de fotos só com os carros azuis!

azul4

azul9


azul-compass

azul2

azul5

azul-jaguar

azul6

azul7

azul8

.

.

Mas, se é para escolher um carro azul, eu fico com esse novo Lexus LC 500h. É um azul que cai bem em mim!  😆 

lexus-azul

 

Categorias
Exposições Final de semana games Geral Nerd/Geek

BGS 2016 – Confira como foi!

E termina hoje mais uma edição da Brasil Game Show (BGS 2016)! Nós estivemos lá no 1º dia (01/09), que era apenas para imprensa e VIP´s (e mais uma vez, um grande obrigada a todos que nos acompanham, graças ao Blog pudemos entrar mais uma vez como imprensa! 😀 ). Esse post era para ter saído já na sexta (Junto com o vídeo), mas tivemos alguns contra-tempos. Então, antes tarde do que nunca! Vamos contar o que vimos por lá e como rolou a BGS desse ano!

Embora eu e Bruno sejamos Gamers (Afinal, foi assim que nos conhecemos), não somos dos mais assíduos e nem estamos ligados em todas as novidades, principalmente por falta de tempo e não de vontade.  😆 Então, nossa análise da feira vai ser menos técnica e mais geral.

Se você não viu o post do ano passado, clique aqui!

BGS 2016

A BGS é o paraíso dos gamers! Todos os lançamentos estão por lá e podemos jogar os Demos!  Não a toa é a maior feira de games da América latina! A variedade é grande, então para conseguir experimentar um pouco de tudo tem que ir vários dias, principalmente porque nos dias normais as filas são grandes. O lado bom do dia de imprensa é que fica vazio, não esperamos mais do que 5 minutos para jogar nada, então, se você puder entrar como imprensa ou comprar o passaporte VIP, vale muito a pena!

Esse ano teve uma área de jogos Indie, que são jogos de bgs2criação independente de empresas pequenas e sem grandes orçamentos. Logo de cara o que nos chamou a atenção foi um anão vestido do personagem de um dos jogos (Kriaturaz). Achei tão fofo que paramos no Stand para tirar foto e conhecer o trabalho. (O Deadpool estava por ali e achou a Criatura fofa também!). O Jogo Kriaturaz é baseado no folclore brasileiro, e os personagens são Saci Pererê, Iara e etc.  Embora os gráficos sejam simples, a jogabilidade é boa! É um jogo de aventura com bastante potencial. (Você pode ver um pouco do jogo no vídeo que fizemos logo abaixo).


bgs1-1
Logo ao lado tinha um jogo chamado Opioz Castle, que você joga com os óculos VR. Como não tinha ninguém na fila, corremos lá! É um jogo de terror, mas o que chamou atenção nesse caso é que os óculos VR são da Steam e possuem 2 manoplas. Com essas manoplas você interage mais dentro do jogo, tem botões de ação e controla melhor a forma de andar. O jogo em si ainda é bem básico, os comandos não respondem muito bem e a interação é um pouco complicada. Mas a ideia é bastante interessante. Por ser um jogo Demo, acredito que foi feito para todos morrerem da mesma forma. E sim, dá um susto bom! O Bruno xingou e pulou!!! hahaha (E você podem ver o susto no vídeo que fizemos e está logo ai embaixo!). Ao lado de quem estava jogando ficava uma tela que mostrava o que a gente via, mas se você não quisesse tomar Spoiler, era melhor não olhar!

.

Outra grande novidade que foi apresentada, é o Jogo Gwent. Tinha um Stand imenso dele por lá e inúmeros computadores para testar. Ele é um jogo de cartas que vai concorrer com o HearthStone, mas confesso que não gostei muito. Posso estar errada, mas ele consiste em você jogar cartas na mesa de forma a fazer a maior pontuação possível sem descartar tudo que você tem. Ganha quem tiver mais pontos e você não destrói as cartas inimigas. São feitas 3 rodadas e eu não entendi como desenrolam as 2 rodadas logo após a primeira. Honestamente, eu não jogaria, mas se você quiser testar, ele está em versão beta e você pode se registrar para testa-lo aqui!

.bgs7

Os Stands das grandes marcas, como sempre, são imensos e cheios de máquinas e brindes. O Xbox te dava um cupom para concorrer a um Xbox One por dia a cada 2 jogos que você jogasse, e na Playstation você ganhava um óculos (Sério, eu não entendi esse brinde!). Eu e Bruno ficamos um pouco decepcionados, ano passado o incentivo para jogar era muito maior e os brindes mais legais. Os jogos também estavam melhores e a gente acabou se divertindo mais.

parece que a grande novidades dessa feira eram os jogos com Óculos VR. Experimentamos um jogo de Zoombie no Stand da Submarino e o Opioz Castle, mas ainda tinham jogos de óculos VR No Stand da Playstation, no Toy Show e claro, o novo Batman Arkhan VR. Porém, todos esses precisavam de senha e a gente não conseguiu (Tinha que pegar logo no começo da feira). Achei interessante esse novo estilo de jogo. Os óculos te colocam mais dentro dessa realidade e o jogo fica bem mais divertido, além de ser muito mais 3D, porém, acho que ainda falta um pouco de desenvolvimento nessa área, os controles e sensores ainda são ruins. 

O ruim da feira? ela AINDA não tem Wi-fi! Sério, uma feira de tecnologia desse porte não possuir Wi-fi não é algo que eu entenda. E para nós, que somos imprensa, não pudemos fazer Periscope e os Snaps foram todos atrasados por conta disso. Ano passado tinha sala de imprensa, e por lá tinha Wi-fi, mas esse ano nem sala de imprensa teve na feira. 

bgs5Por outro lado, a praça de alimentação está bem maior! Quando fomos em 2012 só tinha uns 2 lugares para comer e eram caríssimos e ruins. Ano passado já tinha mais opção, mas também não eram muitas, esse ano, a praça de alimentação era gigante! Tinham várias opção, incluindo um Bob´s. Mas eu e Bruno ficamos só com uma porção de Mini Churros, afinal, tudo ainda é caríssimo por lá! 

Ahh, e falando em comida, tinha distribuição de energético da TNT. Eu peguei um de maça verde e o Bruno de Tangerina. Achei até gostoso, mas o sabor de maça verde era muito forte, enjoava no final. O Bruno gostou do dele.

Por não ser um dia muito cheio, não vimos muitos Cosplays por lá. Em teoria, é o dia que deveríamos encontrar pessoas conhecidas da área, como foi ano passado, mas esse ano não encontramos ninguém 😥  

Além do Deadpool da foto ali em cima, vimos também o Coringa e a Arlequina, e um Cosplay de guerreiro que eu não faço ideia quem seja! talvez de algum dos jogos novos. ( Se souberem por favor me contem!)

bgs9 bgs6

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

E se você quiser ver um pouco melhor como é a BGS e o que jogamos por lá, veja o vídeo que fizemos! O áudio não está muito bom, mas prometemos que nossos próximo investimento será em um Mic!

 

E você, foi na edição desse ano? O que achou?

 

Categorias
Final de semana Review

Final de Semana no Parque Ibirapuera, Sanduweek e Maze Runner!

Neste final de semana aproveitamos o calorzão de São Paulo e fomos dar um rolé (sou carioca, lá é rolé e não rolê) no Parque Ibirapuera! Queríamos passear um pouco e o parque parecia uma ótima opção! Depois do parque fomos no Big Kahuna Burger almoçar (ou lanchar, pq já eram mais de 16h), ficamos conhecendo o restaurante porque ele faz parte da SanduWeek, que está rolando até dia 27/09, e você pode conferir como foi clicando aqui! Depois fomos pegar um cineminha no Shopping Eldorado para assistir Maze Runner: Prova de fogo, e você pode clicar aqui pra ler o nosso review! Falamos um pouco sobre como foi no vídeo também!

O Parque Ibirapuera

Não somos muito fans de acordar cedo, então acordamos umas 11:30, tomamos um café da manhã, ajeitamos as coisas e fomos para o parque. Chegamos lá por volta de 13:30 e o parque estava bem tranquilo, com bastante lugar para estacionar. Entramos pelo portão 4, pois nossa intenção era alugar as bicicletas e tem uma central para alugar ali. Para estacionar dentro do parque, é necessário o Zona Azul, custa R$ 5,00 2h, acho o preço alto para o que é, mas não tem muita opção. Algumas pessoas param em ruas no entorno do parque, mas além de ser bem mais longe, é menos seguro. O Aluguel de Bicicletas custa R$5,00 a hora.Parque Ibirapuera - Casal 9

Alugamos duas bicicletas e fomos dar uma pedalada pelo parque. Aos sábados o parque não fica tão cheio, o que torna o passeio um pouco mais fácil. As ciclovias do parque ajudam também a não ficar muita bagunça e a separar os pedestres dos ciclistas. Prendemos a câmera num suporte peitoral e gravamos um pouco do trajeto. Na verdade a ideia era gravar o trajeto como teste, compramos uma câmera esses dias para fazer vídeos e tirar fotos melhores durante a nossa viagem mês que vem, então queríamos testá-la! (Vamos aos EUA! E os detalhes vocês vão poder acompanhar no nosso blog de Viagem: Tracking Trip)

Parque Ibirapuera 3 - Casal 9

Levamos uma garrafa com água, mas existem muitos bebedouros espalhados pelo parque. A gente ia pedalando com calma, curtindo o clima e passeando. Apesar do calor, lá estava fresquinho e com um ventinho bom, não ficamos nem muito cansados nem muito suados, foi bem gostoso e vamos repetir qualquer hora!

Parque Ibirapuera 2 - Casal 9

 

Passar o fim de semana no parque é um programa que muitos paulistas gostam de fazer, principalmente porque é um dos poucos locais com contato com a natureza que se pode ter dentro da cidade. O parque é bem gostoso, se você não conhece, vale a visita! Existem outros parques menores pela cidade, como Villa Lobos, Burle Marx, mas eu ainda não os conheço, apenas a Thainá esteve neles.

Parque Ibirapuera 4 - Casal 9

Nosso fim de semana acabou sendo apenas no sábado, pois no Domingo tivemos que fechar o roteiro da viagem. Mas ainda assim, aproveitamos bastante e foi bem agradável!