amor

Fátima e Bonner, Brad e Angelina. É o fim do Amor?

Muito se falou essa semana sobre o fim do casamento da Fátima e Bonner, de Brad Pitt e Angelina Jolie. Tido como casamentos estáveis e felizes, levaram muita gente a desacreditar no amor e achar que, se nem eles ficam juntos, com dinheiro, sucesso e estabilidade, porque os pobres mortais conseguiriam o tal Amor? Seria mesmo o fim do Amor?

coracaoA verdade é que ainda nos espelhamos muito em celebridades e sua aparência. Tanto a aparência física como a de sua carreira e casamento, mas no fundo, ninguém além deles sabe realmente o que acontece dentro de casa. Todos temos nossas lutas particulares, nossas dificuldades. Nós mesmos tentamos mostrar aos outros algo que não temos, uma estabilidade que não existe. Você provavelmente tem um amigo que você sabe que vive cheio de problemas, que pode faltar grana, que briga todo dia com a esposa, que está totalmente depressivo e ainda assim, coloca aquela foto com a esposa sorridente no Facebook e usando: #amomuito #felicidadeeterna.

Por que então quando chega o final do relacionamento desse seu amigo, você não deixa de acreditar no amor?

A resposta aqui é fácil, porque você está próximo, você viu acontecer. Eles poderiam não estampar capas de revistas, mas estampavam uma linha do tempo feliz, e ainda assim, você sabia que a coisa não ia bem.

Mas porque em vez da gente desacreditar no amor, não entendemos o fim desses relacionamentos como o começo do amor próprio? Afinal, melhor viver sozinho do que estar ao lado de alguém que não te faz bem. E não é de hoje que se fala que para conseguir amar alguém, você deve saber amar a si mesmo!

Além disso, porque você acredita no amor dos outros, mas não acredita no seu?

Ninguém nunca vai ser mais confiável do que nós mesmos. Então, se é para acreditar em um amor, acredite em você! Não veja o fim de relacionamentos de celebridades como o fim das esperanças, porque cada um vive uma realidade. Invista no seu próprio amor, nas coisas que você acredita!

Eu acredito no meu amor! 

Os astros podem conspirar para momentos turbulentos em relacionamentos. Mas o que não está bom, deveria acabar mesmo. Só não deixe que isso mexa com você. Continue acreditando no que você pode fazer pelo amor, no que você está disposto a dedicar, a se doar, seja para si mesmo ou para outra pessoa. Também não acredite que você depende de alguém para ser feliz, a primeira dica sempre é: Seja feliz com o que você tem! Não chore pelo que não tem. Concorda que a vida toma um rumo mais otimista se a gente parar para se dedicar ao que já temos? E quando estamos bem, as coisas fluem!

Eu tive a sorte de ter um relacionamento que me completa, que me faz bem, e que apesar dessas ondas de térmico, vai muito bem obrigada! Não deixei de acreditar no amor, porque aqui o amor ainda é forte.

Mas foi sempre assim? Não! Claro que não! Quebrei a cara muitas vezes, tive términos doloridos, fui enganada, traída, passei por alto e baixos, cheguei até a me questionar sim, se o Amor, aquele de novela, se de fato existia. Demorei, mas encontrei!

E acredite, a nossa história daria outra novela! É aquele Amor que viveu 6 anos à distância, com 650 km que nos separavam, que resistiu a diferença de idade, a alguns desentendimentos que quase acabaram com tudo. Mas cá estamos! Perto dos 8 anos de namoro, hoje na mesma cidade e sim, vivendo aquele amor de novela que eu já nem acreditava que existia!

Então sejam fortes! Não é o fim do amor! Ele ainda existe e estamos cercados por ele! Olhem para seus corações e antes de mais nada, acreditem em si! Qualquer relacionamento que exista Amor e respeito, vai sim virar história de cinema! Um beijo no coração! E uma foto nossa onde a felicidade estampada, é real!

27-one-world

BGS 2016 – Confira como foi!

E termina hoje mais uma edição da Brasil Game Show (BGS 2016)! Nós estivemos lá no 1º dia (01/09), que era apenas para imprensa e VIP´s (e mais uma vez, um grande obrigada a todos que nos acompanham, graças ao Blog pudemos entrar mais uma vez como imprensa! 😀 ). Esse post era para ter saído já na sexta (Junto com o vídeo), mas tivemos alguns contra-tempos. Então, antes tarde do que nunca! Vamos contar o que vimos por lá e como rolou a BGS desse ano!

Embora eu e Bruno sejamos Gamers (Afinal, foi assim que nos conhecemos), não somos dos mais assíduos e nem estamos ligados em todas as novidades, principalmente por falta de tempo e não de vontade.  😆 Então, nossa análise da feira vai ser menos técnica e mais geral.

Se você não viu o post do ano passado, clique aqui!

BGS 2016

A BGS é o paraíso dos gamers! Todos os lançamentos estão por lá e podemos jogar os Demos!  Não a toa é a maior feira de games da América latina! A variedade é grande, então para conseguir experimentar um pouco de tudo tem que ir vários dias, principalmente porque nos dias normais as filas são grandes. O lado bom do dia de imprensa é que fica vazio, não esperamos mais do que 5 minutos para jogar nada, então, se você puder entrar como imprensa ou comprar o passaporte VIP, vale muito a pena!

Esse ano teve uma área de jogos Indie, que são jogos de bgs2criação independente de empresas pequenas e sem grandes orçamentos. Logo de cara o que nos chamou a atenção foi um anão vestido do personagem de um dos jogos (Kriaturaz). Achei tão fofo que paramos no Stand para tirar foto e conhecer o trabalho. (O Deadpool estava por ali e achou a Criatura fofa também!). O Jogo Kriaturaz é baseado no folclore brasileiro, e os personagens são Saci Pererê, Iara e etc.  Embora os gráficos sejam simples, a jogabilidade é boa! É um jogo de aventura com bastante potencial. (Você pode ver um pouco do jogo no vídeo que fizemos logo abaixo).


bgs1-1
Logo ao lado tinha um jogo chamado Opioz Castle, que você joga com os óculos VR. Como não tinha ninguém na fila, corremos lá! É um jogo de terror, mas o que chamou atenção nesse caso é que os óculos VR são da Steam e possuem 2 manoplas. Com essas manoplas você interage mais dentro do jogo, tem botões de ação e controla melhor a forma de andar. O jogo em si ainda é bem básico, os comandos não respondem muito bem e a interação é um pouco complicada. Mas a ideia é bastante interessante. Por ser um jogo Demo, acredito que foi feito para todos morrerem da mesma forma. E sim, dá um susto bom! O Bruno xingou e pulou!!! hahaha (E você podem ver o susto no vídeo que fizemos e está logo ai embaixo!). Ao lado de quem estava jogando ficava uma tela que mostrava o que a gente via, mas se você não quisesse tomar Spoiler, era melhor não olhar!

.

Outra grande novidade que foi apresentada, é o Jogo Gwent. Tinha um Stand imenso dele por lá e inúmeros computadores para testar. Ele é um jogo de cartas que vai concorrer com o HearthStone, mas confesso que não gostei muito. Posso estar errada, mas ele consiste em você jogar cartas na mesa de forma a fazer a maior pontuação possível sem descartar tudo que você tem. Ganha quem tiver mais pontos e você não destrói as cartas inimigas. São feitas 3 rodadas e eu não entendi como desenrolam as 2 rodadas logo após a primeira. Honestamente, eu não jogaria, mas se você quiser testar, ele está em versão beta e você pode se registrar para testa-lo aqui!

.bgs7

Os Stands das grandes marcas, como sempre, são imensos e cheios de máquinas e brindes. O Xbox te dava um cupom para concorrer a um Xbox One por dia a cada 2 jogos que você jogasse, e na Playstation você ganhava um óculos (Sério, eu não entendi esse brinde!). Eu e Bruno ficamos um pouco decepcionados, ano passado o incentivo para jogar era muito maior e os brindes mais legais. Os jogos também estavam melhores e a gente acabou se divertindo mais.

parece que a grande novidades dessa feira eram os jogos com Óculos VR. Experimentamos um jogo de Zoombie no Stand da Submarino e o Opioz Castle, mas ainda tinham jogos de óculos VR No Stand da Playstation, no Toy Show e claro, o novo Batman Arkhan VR. Porém, todos esses precisavam de senha e a gente não conseguiu (Tinha que pegar logo no começo da feira). Achei interessante esse novo estilo de jogo. Os óculos te colocam mais dentro dessa realidade e o jogo fica bem mais divertido, além de ser muito mais 3D, porém, acho que ainda falta um pouco de desenvolvimento nessa área, os controles e sensores ainda são ruins. 

O ruim da feira? ela AINDA não tem Wi-fi! Sério, uma feira de tecnologia desse porte não possuir Wi-fi não é algo que eu entenda. E para nós, que somos imprensa, não pudemos fazer Periscope e os Snaps foram todos atrasados por conta disso. Ano passado tinha sala de imprensa, e por lá tinha Wi-fi, mas esse ano nem sala de imprensa teve na feira. 

bgs5Por outro lado, a praça de alimentação está bem maior! Quando fomos em 2012 só tinha uns 2 lugares para comer e eram caríssimos e ruins. Ano passado já tinha mais opção, mas também não eram muitas, esse ano, a praça de alimentação era gigante! Tinham várias opção, incluindo um Bob´s. Mas eu e Bruno ficamos só com uma porção de Mini Churros, afinal, tudo ainda é caríssimo por lá! 

Ahh, e falando em comida, tinha distribuição de energético da TNT. Eu peguei um de maça verde e o Bruno de Tangerina. Achei até gostoso, mas o sabor de maça verde era muito forte, enjoava no final. O Bruno gostou do dele.

Por não ser um dia muito cheio, não vimos muitos Cosplays por lá. Em teoria, é o dia que deveríamos encontrar pessoas conhecidas da área, como foi ano passado, mas esse ano não encontramos ninguém 😥  

Além do Deadpool da foto ali em cima, vimos também o Coringa e a Arlequina, e um Cosplay de guerreiro que eu não faço ideia quem seja! talvez de algum dos jogos novos. ( Se souberem por favor me contem!)

bgs9 bgs6

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

E se você quiser ver um pouco melhor como é a BGS e o que jogamos por lá, veja o vídeo que fizemos! O áudio não está muito bom, mas prometemos que nossos próximo investimento será em um Mic!

 

E você, foi na edição desse ano? O que achou?

 

10 séries para assistir com a namorada/o

Como muitos sabem, somos um casal que namorou à distância por alguns anos, e por isso, muitos de nossos fins de semana “juntos” eram online jogando. Era a forma que encontrávamos de estar perto, estando longe, e isso rendeu o post “10 jogos para jogar com a namorada” ! Agora que moramos na mesma cidade, a indicação é outra! Nossos fins de semana agora incluem cinema e restaurante, mas e naqueles dias que queremos ficar de bobeira em casa assistindo TV? Pois é! Indicamos agora, 10 séries para assistir com a namorada/o. São séries que vimos juntose recomendamos!

1- Stranger Things

stranger-things2

Vamos começar com a série mais atual e conceituada do momento.  Stranger Things é uma série de ficção que se passa nos anos 80. Ela é bastante intrigante, e como é uma série curta (8 episódios), os acontecimentos se desenrolam rápido. O legal de ver junto é que ela é um pouco tensa em alguns momentos, então ter aquela pessoa para segurar sua mão ajuda muito! (Quase quebrei os dedos do Bruno algumas vezes. hahaha :roll: ). Fora que, sempre é legal ter alguem para trocar ideia sobre o que vocês acham que está de fato acontecendo e conversar sobre teorias a respeito dela!

.

2- Sense 8

sense8

Sense 8 é aquela série que no 1º episódio você termina com aquela sensação de ” WTF!” . Os 3 primeiros episódios foram muito confusos, e a gente quase desistiu, mas valeu muito a pena persistir. Sense 8 é uma série bastante original, foge daquele enredo óbvio que a gente vê por ai, e ao mesmo tempo que ela tem ação, também te coloca num mundo de pessoas normais e de acontecimentos estranhos. Ver em casal aqui é ótimo, a troca de informações e suposições ajuda demais a se localizar dentro da série. Tem personagens fortes e é bastante intrigante.

.

3- Supergirl

supergirl

Apesar de ser muito criticada e tida como uma série fraca, SuperGirl é legal para ver em casal. Em partes porque é uma série leve, e a protagonista, Kara, é bastante carismática, mas principalmente porque é uma forma de apresentar o mundo dos super heróis para aquele lado do casal que não está tão familiarizado. Como se trata do Superman, que é um dos heróis mais conhecidos, fica fácil de inserir esse universo para quem não conhece, e ao mesmo tempo, fala de uma parte da história que não é exatamente ligada à ele. Com isso, temos ação, piadinhas e o universo dos heróis em uma única série. Eu particularmente achei bem legal. Não é uma série fantástica e o Bruno não gostou tanto, mas vale a pena ver em casal e começar a explicar esse universo para introduzir outras séries bem legais de heróis que estão rolando.

.

4- The Flash

the flash

E já que falamos de Supergirl, seria injusto não citar o Flash. Não só porque eles fazem um crossover, mas porque Flash também é uma série leve com um protagonista carismático. Já é uma série melhor aceita pelos fãns do Herói, e eu particularmente gosto muito. Não existe muita dificuldade para entendê-la, então é legal também para quem está começando a ser apresentado ao universo dos Heróis. Se no casal alguem conhecer as HQ´s, fica mais fácil de entender alguns vilões e acontecimentos, mas nada imprescindível. O Bruno me atualiza muito quando fico perdida, mas confesso que tenho adorado esse universo. Desde que começamos a namorar, meu lado Nerd de heróis teve um upgrade considerável.  😆

.

5- Arrow

arrow2

E mais uma vez, é injusto falar de Flash sem falar de Arrow. Apesar de ter começado bem, hoje ela é uma série que tem andado lenta e um pouco chata, mas ainda vale a pena. Ela também faz vários crossovers com Flash, e o legal nesse caso é que você consegue ver a coisa rolando de forma diferente nas 2 séries. Talvez esse CrossOver tenha sido o que nos segurou assistindo Arrow. O protagonista, apesar de lindo, não é um grande ator, as expressões de raiva, felicidade e ódio dele, são sempre iguais! O destaque aqui fica com a Felicity. Ela começou a crescer bastante na série, e é tão carismática quanto a Kara de Supergirl. Nos momentos chatos é ela quem segura tudo, então assistir a série em casal é ótimo porque quem não é tão fã de heróis, vai se sentir ligado à ela. Arrow é uma série mais sombria e que pode cansar quem não tem muito apego aos heróis, mas acho ela bem legal para entender ainda melhor esse universo!

.

6- Once Upon a Time

once upon a time

E já que recomendados séries para o lado Herói do Casal, nada mais justo que uma para o lado “princesa”! Claro que não deve existir ninguem no mundo que não conheça as histórias clássicas Disney, como Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, A Bela e a Fera e etc, mas Once Upon a Time trata tudo isso de uma forma muito diferente e legal. Para aquele lado do casal que acha coisa Disney de “criança”, essa é uma série legal para ser vista em conjunto. Ela trata os personagens dessas histórias como pessoas reais em um universo mágico enfrentando problemas e lidando com vilões de uma forma bem mais “adulta”. Até Ana e Elsa estão presentes em uma temporada, e vilões como o Capitão Gancho são de um carisma infinito…Como boa Disneymaníaca seria fácil recomendar essa série, mas assistir com o Bruno teve um toque especial.

.

7- Once upon a Time in WonderLand

OUATW

E se vocês gostarem de Once Upon a Time, vão gostar dessa daqui também! É a mesma série se passando em outro universo, nesse caso, no país das maravilhas, e não sei porque não foi muito divulgada. São outros personagens e outras histórias, mas claro, alguns personagens de OUT vão aparecer por aqui e outros de OUTW também serão aproveitados depois, mas caso você não assista uma, não irá interferir na outra.  Ela é uma série de apenas 1 temporada e com menos recursos que a série principal, porém, o Bruno acabou gostando mais dela. Ela se concentra mais na história da Alice e não em um grupo de histórias , mas achei que a série desenvolveu bem, e se você gostar de OUT não tem como não se apaixonar por essa!

.

8- Dexter

dexter

Dexter pode não agradar a todos, mas eu e Bruno fomos loucos por ela do começo ao fim! É uma série policial cheia de tramas interessantes, onde Dexter é um especialista forense em análise de sangue e que com base em seu conhecimento pôde ser um serial Killer meticuloso é que se esquiva da justiça. Apesar de ser um sociopata, ele mata com base em um Código gerado por ele e seu pai para poder seguir sua jornada de “consciência limpa”. Aqui, conversar sobre as evidências e tentar decifrar as pistas em casal é muito legal!

.

9- Grimm

grimm

Grimm é outra série que pode não agradar a todos mas que eu e Bruno adoramos! Apesar do nome, ela não tem nada a ver com os irmãos Grimm, das histórias. Ela é uma série policial que mostra um universo de criaturas que vivem conosco como humanos normais, mas que possuem habilidades específicas e só podem ser identificados por um “Grimm”. Por não se tratar de uma história conhecida, ela sai um pouco do padrão e tem um enredo interessante.

.

10- Game of Thrones

game-of-thrones

Por últimos mas nem de longe menos importante, Game of Thrones! Só deixei ela por último porque acho difícil alguem que não esteja assistindo ainda, mas se você está em casal e seu parceiro não está vendo, sentem-se agora e comecem a assistir juntos! Eu e Bruno temos um apego especial por GOT pois começamos a ler os livros juntos quando não se falava em série ainda. Era um dos nossos “passatempos” para casais que moram distante. A gente lia 1 capítulo por noite e comentava sobre ele no dia seguinte.  Isso nos envolveu com a história um pouco mais, e se você não se apaixonou pela série ainda, recomendo começar a ler o livro. Ele é bem mais envolvente a abrangente do que a série, fora que, estão passando a seguir rumos diferentes. Para nós, assistir a série em Casal era mais emocionante pelo que vivemos com os livros, mas assistir uma série dessas em casal e ter alguem para ficar indignado com você a cada morte inesperada é muito mais legal!

____________________________________________________

.

Essas não são as únicas séries que vimos juntos, depois faremos um post com todas elas! E se você não sabe como assistir essas séries fora do Netflix, ensinamos aqui como fazer para baixar por torrent. (Clique aqui)

E você, tem alguma outra recomendação para nós?